DESTAQUES
   Últimas Notícias
   Notícias da Redação
   TOP News
   TOP News 30
   TOP News 7
 EDITORIAS
  Agronegócio
  Cidades
  Ciência e Tecnologia
  Concursos e Vagas
  Cultura
  Economia
  Educação
  Esporte
  Goiás
  Mato Grosso
  Meio Ambiente
  Opinião
  Policial
  Política
  Saúde
  Segurança
  Turismo

 

 
15192 Notícias | 17 Editorias | Desde 14/03/2003
Arquivo:         
Araguaia News :: Acusado de grilagem, ex-chefe da PM deve ser expulso
Policial » Operação Pluma   Tamanho da fonte:
  
Guilherme Filho/Secom-MT  
Adaildon Moraes,, ex-Comandante Geral da Polícia Militar do Estado de MT
04/07/2009  |  12h05m44s  |  2214° acesso
Acusado de grilagem, ex-chefe da PM deve ser expulso
Preso com outros cinco oficiais, ele vai responder a um processo administrativo

 

Fonte: MidiaNews


ANTONIELLE COSTA


O ex-comandante-geral da Polícia Militar no Governo Blairo Maggi, coronel Adaildon Evaristo de Moraes Costa, preso na última sexta-feira, 3, acusado de pistolagem e de colaborar com a grilagem de terras da União, no Vale do Araguaia, está preso em uma das unidades operacionais da PM, em Cuiabá, e responderá processo admnistrativo, e pode ser expulso da corporação.

O militar foi preso durante a Operação Pluma, da Polícia Federal, que investigava o esquema de uma quadrilha especializada na grilagem de terras da União - inclusive, áreas indígenas - no Vale do Araguaia, na região Nordeste de Mato Grosso. O crime organizado também agia nos Estados de Goiás e Minas Gerais.

Em entrevista ao MidiaNews, neste sábado, 4, o comandante geral da corporação, coronel Antonio de Campos Filho, disse que não pode revelar o local da prisão por questão de segurança.

Além do coronel, estão presos o subtenente Adalberto da Cunha de Oliveira, os majores Wlamir Luis da Gama Figueiredo e Antonio de Moura Neto, o capitão Robson Oliveira Curi e o coronel Elierson Metello, que foi o último a ir para a cadeia, por estar fora da unidade de origem na hora das diligências. Ele atuava na cidade de Tangará da Serra (239 km a Noroeste de Cuiabá). O mandado de prisão é de 30 dias.

De acordo com o comandante, o coronel Metello se apresentou na sexta-feira, 3, à noite. Os policiais presos serão afastados de suas atividades operacionais e, após o cumprimenro da prisão, passarão a atuar na área administrativa da PM.

Campos Filho informou que, nesta segunda-feira, 6, irá solicitar toda a documentação sobre o caso à Justiça, para abertura de um procedimento administrativo dentro da corporação. A punição vai desde advertência até a expulsão do quadro da Polícia Militar.

Ainda segundo o comandante, esse tipo de ação indisciplinar não é comum dentro da corporação, mas já houve casos de desvio de conduta. Campos Filho explicou que os militares presos poderão voltar a atuar na área operacional, mas isso vai depender do resultado das investigações que será feita pela própria polícia.

"Não vamos aceitar, dentro da corporação, policiais militares com desvio de conduta. O caso será investigado por meio de um processo administrativo e, conforme o resultado das investigações, as providências serão tomadas", esclareceu o coronel.

OPERAÇÃO PLUMA

O ex-prefeito de Porto Alegre do Norte (1.125 km a Nordeste de Cuiabá), Luiz Carlos Machado, o "Luiz Bang-Bang", também foi preso pela Polícia Federal, acusado de ser um dos líderes da quadrilha especializada na grilagem e venda de terras na região do Vale do Araguaia. A operação também foi desencadeada nos estados de Goiás e Minas Gerais. O ex-prefeito está preso em Barra do Garças.

Ao todo, foram expedidos 18 mandados de prisão contra policiais militares, agrimensores e supostos fazendeiros. Deste total, 14 foram cumpridos. Além disso, foram expedidos 24 pedidos de busca e apreensão. Dentre os presos estão: Gilberto Luiz de Rezende, Adário Carneiro Filho (acusados de ser um dos chefes da organização); Admilson Luiz de Rezende (irmão de Gilberto e responsável pela vendas de terras); Itamiro Schneider (pistoleiro);

Também estão envolvidos: Josemar Pereira dos Santos (técnico agrimensor responsável pela medição da fazenda Suiá-missú e Bridão Brasileiro); Camilo de Lélis Brasileiro Pereira (pistoleiro e químico); Jurandir de Souza Ribeiro (comprava terra na reserva índigena), José Carlos de Moraes (grileiro) e Maristela Maranhão Fonseca (Engenheira Agrônoma Suiá-missú).

As investigações sobre a atuação da quadrilha tiveram início em 2007, pela Polícia Militar e pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco). Mas, por se tratar de terras da União, o inquérito foi transferido para a Polícia Federal, em 2008.

O grupo criminoso, segundo a Polícia Federal, atuava nos municípios de Vila Rica, Santa Cruz do Xingu, Confresa, Porto Alegre do Norte, Ribeirão Cascalheira, Alto Boa Vista e São Félix do Araguaia.

Eles atuavam de três formas: grilando áreas de reserva indígina; expulsando assentados por meio da Reforma Agrária e falsificavam os títulos; intimava pequenos proprietários a deixar suas terras e elas eram vendidas. Dentre as fazendas onde a grilagem acontecia estão a Bridão Brasileiro e Bordolândia.

 

 

 

17/04/2014 16h19m | Policial
Quatro pessoas foram assaltadas enquanto usavam o celular em Barra do Garças
28/03/2014 16h28m | Policial
Três pessoas foram presas transportando 30 kg de pasta base nas imediações de Barra do Garças
19/03/2014 15h19m | Policial
Creche de Barra do Garças é furtada pela sexta vez neste ano
06/03/2014 14h28m | Policial
Polícia registra média de 800 boletins de ocorrência por dia em MT
06/03/2014 09h38m | Policial
Reforço garantiu a segurança dos foliões no Carnaval de Aragarças
28/02/2014 08h47m | Policial
Polícia Rodoviária Federal intensifica fiscalização nas BRs a partir de hoje
26/02/2014 13h57m | Policial
PM-MT apresentou plano de operação para o carnaval 2014
24/02/2014 08h44m | Policial
Tentativa de assalto na Friboi de Barra do Garças
21/02/2014 13h49m | Policial
Foram presas em Barra do Garças 20 pessoas na operação "madrinha"
18/02/2014 09h15m | Policial
Estradas federais de MT registram média de 11 ocorrências por dia
17/02/2014 15h45m | Policial
Grupo Tático apreendeu 500 kg de droga em Aragarças
14/02/2014 14h43m | Policial
Construção de canil vai melhorar segurança de penitenciária
14/02/2014 09h34m | Policial
Homem que vive embaixo da ponte foi esfaqueado em Aragarças
10/02/2014 15h08m | Policial
Residência no Dermat foi furtada e R$ 40 mil em objetos foram levados
05/02/2014 14h47m | Policial
Polícia desmantelou fornecedor de novo cangaço em Barra do Garças
 

 

-->
Pagina inicial Sugerir Favoritos del.icio.us Add to Google

Sobre nós  |   Fale conosco  |   Anuncie  |   Cadastre-se  |   Privacidade  |   Webmail

Copyright © Araguaia Networks - Todos os direitos reservados. All rights reserved.